Santa Maria Goretti

Horários das Missas

  • Domingos às 8h.

Endereço

  • Condomínio Casa Branca, Chácara 140, Conjunto D4, Lotes 07/08 – Sol Nascente – Ceilândia – Brasília – DF

A história

Começou a pertencer à nossa paróquia em julho de 2008, embora desde antes, por iniciativa dos moradores, que sentiam falta da presença da Igreja, fosse realizado o terço de casa em casa. Com o passar do tempo, a Paróquia assumiu a capela e começou-se a realizar a Santa Missa todos os domingos. Houve então a doação de um terreno localizado próximo à Rua das Palmeiras (uma das principais ruas do bairro), no qual foi plantada a Pedra Fundamental. Depois de inúmeros combates, durante os quais a humilde Capela precisava dividir espaço com uma marcenaria, com a graça de Deus foi possível erguer as paredes do pequeno templo e colocar uma grande cruz em sua entrada, de forma que os moradores da região pudessem facilmente localizar ali a presença de um templo de Deus. No tríduo da Padroeira, em julho de 2013, com a presença de nosso Arcebispo Dom Sérgio da Rocha, e tendo a Capela sido presenteada com uma relíquia de Santa Maria Goretti, o PadreClaudemir exortou aos fiéis que pedissem a graça da construção efetiva da Capela, e como Deus não se cansa de ser bondoso e misericordioso, Ele providenciou que a Paróquia adquirisse também o terreno vizinho (que era a marcenaria) de forma que está sendo possível a construção de um belo projeto que, com certeza, ajudará na evangelização desse bairro que tanto necessita da presença de Deus. Atualmente, cerca de 130 irmãos participam mais ativamente da capela (nas missas dominicais, via-sacra durante o período quaresmal, terços, etc.), número esse que tem crescido por conta da participação das crianças nas catequeses preparatórias para a Primeira Eucaristia, do terço semanal, além de contar com uma comunidade do Caminho Neo Catecumenal catequizada e que caminha na própria capela (cerca de 30 irmãos).

A padroeira

A Igreja, no dia 06 de Julho, celebra a virgem e mártir que encantou e continua enriquecendo os cristãos com seu testemunho de “sim” a Deus e “não” ao pecado. Nascida em Corinaldo, centro da Itália, era de família pobre, numerosa e camponesa, mas muito temente a Deus.

Com a morte do pai, Maria Goretti, com os seus, foram morar num local perto de Roma, sob o mesmo teto de uma família composta por um pai viúvo e dois filhos, sendo um deles Alexandre. Aconteceu que este jovem por várias vezes tentou seduzir Maria Goretti, que ficava em casa para cuidar dos irmãozinhos. E por ser uma menina temente a Deus, sua resposta era cheia de maturidade: “Não, não, Deus não quer; é pecado!”

Santa Maria Goretti, certa vez, estava em casa e em oração, por isso quando o jovem, que era de maior estatura e idade, tentou novamente seduzi-la, Maria Goretti resistiu com mais um grande não. A resposta de Alexandre foram 14 facadas, enquanto da parte de Maria Goretti, percebemos a santidade, na confidência à sua mãe:

Sim, o perdôo… Lá no céu, rogarei para que ele se arrependa… Quero que ele esteja junto comigo na glória eterna”.

O martírio desta adolescente, de apenas 12 anos, foi a causa da conversão do jovem assassino, que depois de sair da cadeia esteve com as 400 mil pessoas, na Praça de São Pedro, na ocasião da canonização dessa santa, e ao lado da mãe dela, que o perdoou também.

Santa Maria Goretti manteve-se pura e santa por causa do seu amor a Deus, por isso na glória reina com Cristo.

arrow