Levantamento aponta 415 padres diocesanos com covid-19 em todo o território brasileiro

O boletim divulgado na sexta-feira, 31 de julho, pela Comissão Nacional de Presbíteros (CNP), vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), registra 415  padres diocesanos contaminados com o  novo coronavírus, um aumento de mais de 11% em relação ao último levantamento publicado dois dias antes que registrou 368 padres contaminados. O boletim informa ainda que 21 religiosos faleceram em decorrência da covid-19.

Os dados foram consolidados com base em consulta aos 18 regionais da CNBB, que abarcam 278 circunscrições religiosas do país (dioceses e arquidioceses). Os números, contudo, podem ser maiores, uma vez que o levantamento focou apenas nos padres diocesanos. No levantamento, não consta os padres ligados às congregações religiosas.

O regional Sul 1 da CNBB, que compreende o Estado de São Paulo, com 45 circunscrições religiosas, registrou o maior número de padres,  72, infectados pelo novo coronavírus, mas com apenas 1 morte.  O regional Norte 2 da CNBB, que compreende os estado do Pará e Amapá, registra o maior número de mortes, ao todo 6, em decorrência da doença.

Fonte: Acidigital

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow