Warning: rtrim() expects parameter 1 to be string, object given in /home/storage/a/04/2d/paroquiacristorei3/public_html/wp-content/themes/wise-church/inc/additional-functions.php on line 545

Papa: cristãos e judeus reforcem elos de fraternidade

Papa: cristãos e judeus reforcem elos de fraternidade

 

Imagem de dois judeus de costas com roupas tipicas e a foto de rosto do paata entre eles.Cidade do Vaticano (RV) – O Santo Padre enviou uma Mensagem aos Cardeais, Rabinos e Bispos, que se reuniram, nesta semana, na casa Galileia, às margens do Lago de Tiberíades, na Terra Santa. Trata-se de uma iniciativa sem precedentes, encorajada pela Santa Sé.

Este Primeiro Encontro Internacional de quatro dias, que se concluiu na última quinta-feira (07/5), foi promovido pelo Movimento Neocatecumenal, por ocasião dos 50 anos da Declaração “Nostra Aetate” e dos 70 anos do fim da “Shoah”.

Em sua Mensagem aos participantes, o Papa Francisco expressou seus votos para que este evento “seja uma ocasião propícia para reforçar os vínculos de fraternidade e aprofundar o empenho de tornar conhecido o grito dos inocentes através da linguagem musical.

O Pontífice pede ao Senhor “que ouça este grito e aplaque as aflições dos que sofrem; que os corações se abram à invocação dos inocentes, em todo o mundo”.

Participaram deste Primeiro Encontro Internacional 7 Cardeais, 120 Rabinos e 20 Bispos, provenientes de diversas partes do mundo, como também numerosas personalidades do mundo acadêmico, da arte e da cultura de diversas confissões religiosas, e sacerdotes e catequistas do Movimento, num total de 400 pessoas.

Um dos momentos mais comoventes foi a execução da obra sinfônica intitulada “O sofrimento dos Inocentes”, interpretada pelo Coral do Movimento, como ato de amor e reconciliação pelo extermínio do povo judaico na Europa.

Durante os quatro dias de trabalhos, os participantes abordaram alguns desafios comuns: a missão salvífica do povo judeu e da Igreja católica no mundo; a transmissão da fé às novas gerações; o contraste entre a antropologia judeu-cristã e as antropologias baseadas na premissa da negação de Deus; o reaparecimento do antissemitismo e do fundamentalismo xenófobo.

Ao término do Encontro, os presentes publicaram um comunicado, onde descrevem sua experiência neste evento, que consideram histórico, um verdadeiro milagre, porque, no judaísmo, jamais se reuniram tantos rabinos de diversas expressões, como ortodoxos, conservadores, reformados e outros. (MT)

 

Voltar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow